Costa Classica passará por reforma em dezembro

0
Uma das piscinas do Classica. Para ver mais fotos do interior
do navio, clique aqui

O Costa Classica, que com a saída do Marina e Allegra, se tornou o navio mais antigo da frota da Costa Crociere, deverá ser alvo de uma grande remo- delação no final desse ano. O navio, tem um período de cerca de um mês inativo, entre o final de Novembro e o final de Dezembro, quando entrará em doca seca.

Períodos em doca seca são comuns para navios, e ocorrem regularmente para manutenção, mas não costumam ser tão extensos. Esse grande período indica que o navio será reformado, e provavelmente terá mudanças significativas para seu cruzeiro de Ano Novo, que partirá no dia 28 de Dezembro, e será sua primeira viagem desde Novembro. No entanto, a Costa ainda não divulgou detalhes do que exatamente será feito nesse período. Pode se afirma, porém, é que não há tempo hábil em doca para uma mudança semelhante a qual passou o Costa Romantica no ano passado, e que essa dificilmente aconteceria, já que, diz-se, a Costa não possui atualmente um caixa em condições de bancar nova revitalização desse porte, devido ao mercado europeu enfraquecido, e as despesas com o acidente com o Concordia.

O Costa Classica foi construido em 1991 na Itália, pelo estaleiro Fincantieri, que mais tarde entregou também os gigantes da frota como o Fascinosa. Porém, sua capacidade para passageiros e tonelagem é um tanto diferente. Enquanto navios mais novos como o próprio Fascinosa carregam cerca de 3,800 passageiros com suas 115,000 toneladas, o Classica tem capacidade para 1,700 passageiros em ocupação máxima, e possui 52,000 toneladas.

Texto e Imagens (©) Copyright Daniel Capella.
Compartilhar

Faça um Comentário